Regulamento

1. Descrição

a. O projeto Design & Ofícios é uma organização da Associação de Designer do Sul em parceria com a Câmara Municipal de São Brás de Alportel;

b. O projeto assume um formato de residência criativa, com a duração de 5 dias, entre os dias 27 de Abril a 1 de Maio de 2017, e durante os quais os participantes terão:

  1. Acesso livre à oficina municipal de São Brás de Alportel, seu equipamento e maquinaria
  2. Bancada de trabalho e ferramentas;
  3. Alojamento para as 4 noites com pequeno-almoço incluído;
  4. Acesso livre nas piscinas municipais e campos de ténis;
  5. Visitas guiadas gratuitas;
  6. Packs surpresa;
  7. T-shirt Design & Ofícios;
  8. Participação gratuita nos wokshops Design&Ofícios durante a residência;
  9. Certificado de participação na residência criativa Design&Oficios.

Nota: refeições não incluídas no valor da inscrição

c. A Residência pretende ser um laboratório experimental com vista ao desenvolvimento de projetos nas áreas do design sustentável, eco-design e/ou artesanato contemporâneo;

d. Deverá recorrer-se, sempre que possível, a matérias primas locais, de origem natural e com características biodegradáveis - como é o caso do barro, da cortiça, empreita de palma e empreita de esparto (sobre condicionante, ver ponto 4.m do regulamento), da cana, da madeira, da taboa, do ferro, dos tecidos de fibras naturais, rendas e bordados e/ou de outros – e consequentes técnicas artesanais e mecânicas associadas à transformação e utilização desses materiais.

e. Os projetos inscritos devem ser inovadores, experimentais, criativos e originais, respeitando o material empregue, a funcionalidade, acessibilidade e usabilidade necessárias ao tipo de produto proposto e os direitos autorais de um outro qualquer produto de design ou de artesanato.

f. Para auxiliar os participantes no desenvolvimento dos seus protótipos serão convidados alguns artesãos locais ou da região que estarão disponíveis para auxiliar e aconselhar os criativos sobre as melhores soluções para o desenvolvimento do respetivo projeto.

g. Na residência criativa poderão inscrever-se:

  1. Designers, artesãos, artistas ou outros criativos - profissionais ou amadores;
  2. Estudantes ou professores das áreas do design, artes plásticas, artesanato e áreas afins;

2. Calendário

a. Inscrições abertas até às 18:00 do dia 15 de Abril;

b. E-mail de confirmação de participação até dia 20 de Abril de 2017;

c. Residência Criativa entre os dias 27 de Abril a 1 de Maio de 2017;

d. Entrega dos projetos (devidamente embalados para transporte) até 14 de Julho na sede da ADS.

3. Inscrição

a. A inscrição deverá ser preenchida da seguinte documentação:

  1. Formulário de inscrição, disponível aqui;
  2. Proposta do projeto com os seguintes dados:
    • Título
    • Descrição e conceito
    • Dimensões
    • Materiais empregues
    • Esboços, vistas ou renderizações (se possível do modo de produção )
    • Descrição acompanhada de imagens 
    • Apresentação de preço aproximado de custo de produção e de comercialização
  3. Comprovativo de pagamento de inscrição.

b. A inscrição e submissão do participante deve ser realizada até às 18:00 do dia 15 de Abril de 2017.

c. O valor de inscrição para participar na Residência Criativa do Design & Ofícios 2017 pode ser:

  1.  150 euros - Público em geral
  2.  120 e - Associados ADS e/ou participantes das edições anteriores da residência criativa Design & Ofícios.

      + refeições para os 5 dias acresce 50 euros ao valor da inscrição

d. Os pagamentos deverão ser realizados:

  1. Por transferência bancária** para a seguinte conta:
    TITULAR - Associação de Designers do Sul
    IBAN PT 50: - 0010 0000 45775540001 53
    BANCO – BPI
    **Os comprovativos de pagamento deverão ser enviados para o e-mail info@ads.org.pt até às datas acima indicadas.
  2. Em numerário ou em cheque, diretamente na delegação da ADS, no horário compreendido entre as 10h00 e as 12h30, de segunda a quinta, ou por correio registado para Edifício Ninho de Empresas, Estrada da Penha – gab.17, 8000-489 Faro.

4. Condições de participação

a. Serão selecionados no máximo 8 (oito) participantes, cada um com um projeto.

b. A seleção das propostas será efetuada segundo os seguintes critérios:

  1. Criatividade e originalidade;
  2. Inovação;
  3. Material empregue;
  4. Tempo de execução;

c. Caso a comissão de seleção, constituída pelos membros da organização e respetivos artesãos, conclua que a proposta não apresenta viabilidade de execução para o tempo disponível de residência, ou que não respeite algum outro ponto do regulamento, a comissão tem o direito de recusar a proposta, assim como o participante após tal decisão tem o direito de reformular a sua proposta ou apresentar uma nova.

d. Os participantes terão de informar à estrutura organizadora todos os meios técnicos e materiais necessários à execução do seu projeto;

e. No caso de a organização não conseguir garantir a presença de algum artesão durante a Residência, parcial ou totalmente, pondo em causa a execução do projeto, a organização informará o respetivo participante atempadamente. Caso o participante decida continuar a desenvolver a peça nessas condições, a organização não se responsabiliza por qualquer eventualidade que daí ocorra.

f. Não existe plafon para o desenvolvimento de projeto, mas se o participante solicitar trataremos de adquirir os materiais com um orçamento prévio aprovado pelo mesmo. No entanto, o participante pode sempre ficar responsável pela aquisição dos materiais que deseja trabalhar.

g. No final da Residência Criativa, as peças desenvolvidas pelos participantes serão disponibilizadas durante 12 meses para posteriores exposições realizadas pela organização.

h. No caso de se realizar alguma venda das peças desenvolvidas durante a Residência Criativa e posterior período de exposição ou noutros pontos de venda que a Associação de Designers do Sul venha a desenvolver, até 30% do valor de venda reverterá para a Associação de Designers do Sul.

i. No entanto, o projeto será sempre da autoria do participante e o mesmo poderá comercializar a peça por meios próprios, mas nunca por menos do valor de venda estabelecido para a Associação de Designers do Sul.

j. No final da Residência Criativa – Design&Ofícios 7ª edição, todos os participantes receberão um certificado de participação, assinado pelo representante da Associação Designers do Sul e representante da Câmara Municipal de São Brás de Alportel.

k. O participante obriga-se a entregar à Associação de Designers do Sul a peça devidamente embalada para transporte, até 14 de Julho de 2017.

l. A peça desenvolvida durante a residência criativa, não poderá ser alterada na globalidade durante os 12 meses seguintes; poderá no entanto sofrer pequenos ajustes para sua beneficiação ou acabamento.

m. No que diz respeito à empreita de esparto e à empreita de palma, devido à dificuldade da técnica, é aconselhado que o participante já tenha conhecimento destas técnicas, ou deseje atempadamente aprender. A participação na residência com um projeto que integre estas técnicas, sem uma das duas condicionantes acima descritas, pode não permitir a sua conclusão. É da responsabilidade do participante a entrega da peça concluída até dia 14 de Julho de 2017.

5. Disposições finais

a. O envio de todos os documentos necessários para o ato de inscrição.

b. Ao submeter a proposta o participante declara ser uma peça original e inédita e que não viola os direitos associados a qualquer outra peça existente, não tendo a organização qualquer responsabilidade legal por qualquer transgressão de direitos de autor.

c. Os participantes deverão ler e aceitar o regulamento da Residência Criativa – Design & Ofícios.

d. Os participantes da Residência Criativa – Design & Ofícios comprometem-se ao cumprimento das datas, horários e à presença nos locais indicados no programa.

e. Os participantes cedem à Associação de Designers do Sul, os direitos de imagem sobre o uso do portfólio de fotos e vídeos dos projetos e da sua realização durante a residência criativa, bem como as fotos e vídeos da exposição das obras realizadas.

f. A organização reserva-se também o direito de proceder à exposição de parte ou totalidade dos trabalhos realizados na Residência Criativa, bem como à sua divulgação para fins promocionais, sem que o(s) autor(es) possa(m) reclamar quaisquer direitos sobre tal publicação.

g. Caso se verifique algum erro ou omissão no presente regulamento, deverá este ser exposto à comissão organizadora, a sua decisão é soberana e definitiva.

h. Todas as decisões da comissão organizadora, são definitivas, não sendo possível qualquer tipo de recurso.